Ambiguidade




E o sabor agridoce do sangue que brota dos lábios que um dia possuíste
Fissurados pela lamina impune da tua ausência
Que me consome a cada dia sem ti
Sentenciado pelo espaço temporal que um dia nos uniu e agora só nos separa

1 comentário:

~the girl with no name~ disse...

Absolutamente Fantástico*